Dicionário Maranhense (Maranhês)

A

A pés – A pé (no Maranhão se fala no plural).
Abusar – Enjoar, Aziar.
Aculá – Algum lugar.
Agora Benhi… – O significado é meio obscuro, mas a expressão é utilizada quando um maranhense discorda de alguma coisa.
Amostrar(se) – Exibir-se (pessoa). Ex: Fulano gosta muito é de se amostrar.
Arengar – Ver “caçar conversa”.
Argé – Pessoa desastrada, desajeitada, retardada.
Arribar – Levantar.
Arridienga – Vide “ÉÉÉÉÉÉÉgua”! Exclamação.
Arriégua – Vide Arridienga!
Arrupiar – O mesmo que arrepiar.
Assubiar – O mesmo que assoviar.
Assubir – O mesmo que subir.
Avuar – O mesmo que voar.
Aziar – Não gostar mais, abusar.
Azunhar – O mesmo que arranhar.

B

Baculêjo – Ocorre quando um policial revista alguém, pode significar sacudir também.
Baitola – O mesmo que “bicha”, ou “boiola”.
Baixa da Égua – Ver “Caixa-prego”.
Banhar – Por incrível que pareça, a forma é correta, mas só no Maranhão se usa o verbo banhar.
Barruar – Corruptela de “Abalroar”, significa “bater o carro”.
Beiço – mesmo que lábios.
Benhí ou (Bi-í) – Antônimo de “Lá Acolá” (O rio fica “benhi”). Os moradores do Maranhão, quando se utilizam desse vocábulo (geralmente com um gesto labial leia-se “esticando o beiço”) tentam dizer que a localidade em questão é próxima, mas normalmente é o equivalente ao “Lá Acolá”.
Bitolado – O mesmo que não pensar em outra coisas. Ex: “Fulano tá Bitolado na televisão”.
Bocó – vide Argé.
Boga – abertura exterior do tubo digestivo, na extremidade do reto, entre as duas nádegas pela qual se expelem os excrementos.
Bogue – Mesmo que soco, porrada.
Boróca – Mala de carregar objetos EX: Ja arrumei minha boróca umbora viajar.
Brody – Trocadilho com a palavra americana “Brother”.
Bucado – É a mesma coisa que “muitos” “vários”. Ex: “Fulano tem um bucado de coisa na casa dele.”
Bulir – vide Malinar.
Bunitim das tapioca – Ironia sobre quando alguém quer ser melhor que os outros, pode ser substituído por “só quer ser”.

C

Cabeção – O mesmo que Pirulito.
Caçar conversa – O mesmo que “Tomar gosto”.
Cacete – Iguaria feita de massa de mandioca, dura, em forma daquilo mesmo, consumido no café da manhã.
Cacetinho – Igual ao cacete, só que menor.
Cai-no-mato – termo utilizado para fugir rapidamente. Ex: Ai mano, cai-no-mato que essa merda vai explodir.
Caixa-prego – Lugar muito longe. Local onde Judas perdeu as botas. Casa do caralho.
Cancê na Prósta – Doença que ocorre na próstata. Câncer de Próstata. Dito geralmente por idosos quando estão ‘fuxicando’ da vida alheia: “Fulano morreu de cancê na prósta”.
Cangote – Pescoço.
Capa-o-gato – o mesmo que Vazar.
Cara – Um indivíduo (Pessoa).
Carai(s) – mesmo que caralho.
Cerôte – Mesmo que menino sujo (Ex: Menino, passa e vai banhar para tirar esse cerôte do suvaco).
Ciscar ou Ciscá – vide Vaza.
Coalira (Qualira) – O mesmo que baitola.
Corpete – O mesmo que sutiã, Ex: minino tira ja meu corpete do varal.
Cuié – Colher.
Cumê – Fazer sexo, ou se alimentar.
Cunzinha – Cozinha.
Curral das éguas – – Bar muito conhecido da cidade.
Currutela – – Lugarejo feio. Vila.
Curuba – Se pereba é no pé, imagina onde fica a curuba? Errou. Curuba pode ser em qualquer parte do corpo. Por isso que alguém disser que tem uma curuba, a única certeza que você terá, é que a danada da ferida não é na perna.

D

Deixequeto – Irão se vingar de você.Ex: Deixequeto que eu me acertu cum ele dipois.
Destá – Abreviação da frase deixe do jeito que está. Ex: Destá muleque!
Diann – ÉÉÉÉÉÉÉgua!
Dicumê – Usado por pessoas de baixo talão com o intuito de dizer comida.Ex: Menina pega teu dicumê.
Dicumfoça – Forte. Eu dei unrmurro foi dicumfoça.
Dirraí – – verbo dizer “diz aí”.
Disgrama – mesmo que caralho. Ex: Olha aquilo vei, disgraaama!
Disgreta – mesmo que disgrama, disgroba ou disguemba.
Disgroba – Desgraça modificado, mais leve no caso.Ex: Olha aquele avião! -Disgroba cara.
Disguemba – vide disgroba.
Doidim – Não é nada demais. “Ê, doindim!”, é o mesmo que “E aí, cara!”.
Dona Maria – Nome usado por vendedores para induzir a moça a comprar suas verduras ou frutas.

E

ÉÉÉÉÉÉÉgua! – Nooooooossa!
Enfarento – Enjoado. Pessoa fácil de “abusar”.
Enriba – Mesmo que encima, acima.
Esse bicho bem aí – Uma espécie de “frase-expressão” que serve como apontamento de um adjetivo para uma certa pessoa, Ex: “Esse bicho bem aí é muleque!” “Esse bicho bem aí é viado!”.

F

Fela – abreviaçao de feladaputa. Ex: Quando eu ti pegá, seu fela, tu vai vê.
Feladaputa – O mesmo que filho da puta.
Ficûm-eu – O mesmo que fica comigo.
Fii – Termo usado para chamar alguém que não se conhece.Ex: Ei Fii vem cá..
Fiia – Feminino de Fii.
Fodastico – Aumentativo de foda, só que mais enfatizado (Ex: Aquela festa foi fodáááástica).
Foên – Pessoa que fala pra dentro ou que está com o nariz entupido.
Fuboca – O mesmo que baitola e qualira.
Fuboga – O mesmo que boga, só que, associado ao sujeito (Ex: Vai tomar no neu fuboga).
Fuleiragem – Sacanagem.
Fuleiro – O mesmo que sacana. Depende do contexto. Ex: Ôh mininu fuleiro.
Fuléragi – Sacanagem.
Fuxiqueiro – Fofoqueiro.

G

Gaiato – Mesmo que engraçado, gozado.
Gamela – Bacia para lavar roupas.
Gato véio – Mulher fácil.
Geladim – Uma espécie de guloseima gelada feita com sucuzim.

I

Imprexti – Se você precisa de dinheiro, você precisa de um IMPREXTI, porém se você tem o nome sujo no SERAZ não será possível realizar o IMPRÉXTI.
Infiliz – Expressão designada à pessoas que fazem algum feito exuberante. Ex: Infiliz, pegou a muié mais gostosa da cidade.
Instruir – Estragar gastar. Ex: Ei minino! num instrui o sal todo! hum!
Iscritim – Expressão usada para designar uma pessoa parecida com outra. Ex: fulano é iscritim o beltrano.
Ismagaiar – Esmagar
Istrati – Variação da palavra extrato, muito usado nos Bancos.
Istratumate – Extrato de Tomate.

J

Jazão – Apesar de parecer o aumentativo de “jazim”, quer dizer a mesma coisa.
Jazim – Expressão usada para designar uma Pequena demora. Ex: eu vou jazim.

K

Kidcarne – Por incrível que pareça, no Maranhão é uma palavra só, é o mesmo que um kilo de carne. Ex: Moço, me dá um kidcarne.

L

Lácolá – Quando alguém disser pra você que um local fica “lácolá” é porque fica muuuuuuuito longe.
Lidileite – Mesmo que um litro de leite. Ex: Moço me dá um Lidileite.

M

Magote – Multidão (um “magote” de gente…).
Mala – – Não, não é aquela sua mala de carregar objetos, e sim uma espécie de ladrão = assaltante. A expressão também pode significar alguém esperto: “Aí é mala, minino!” “Esse cara é esperto!”.
Malinar – Bolir, mexer.
Mangar – Ver “Caçar conversa”, rir, caçoar.
Mar – Não, não pense que quando escutar mar, estão se referindo àquela imensa massa de H2O salgado, mas sim, uma redefinição pra palavra Mais.
Marmoço – afirmação positiva, sim. Ex: Hoje você vai pra seresta? Marmoço!
Marrapá – Com Certeza!
Marrapá – Vide marmoço.
Mastumate – Seguindo o mesmo exemplo do Lidileite, Mastumate é o mesmo que “Massa de tomate.”.
Matuto – O mesmo que sem costume, da roça, capiau.
Mearimã – – Exemplo:: Minha irmã, então vamos pra Broadway!, ou seja: Mearimã, Pôrrumbóra pra Brody…
Menina-muié e menino-homi – Usado para determinar uma criança que não se sabe o sexo ao certo.
Meo – o mesmo que “meu”, usado em gírias. Ex: Porra meo, sacanagem!
Miou – No resto do Brasil significa o barulho que os felinos produzem, porém no Maranhão miou significa que algo deu errado ou não foi bem sucedido Ex: O passeio miou.
Moço do Céu – vide Moço.
Moço – Cara, rapaz.
Mod que – O mesmo que “por causa” ou “por quê”. (Exemplo: Professora, mod que a sinhora num veiu onti?).
Moto-Rela – O mesmo que moto-táxi.
Mufino – Triste, molenga, preguiçoso.
Munganga – Careta.

N

Naaam – Pode significar “não” (naããã, quero não), ou “nossa” (ô mulher bonita, naaam…) ou “credo” (ô mulher feia, naaam…), ou outra palavra, dependendo do contexto e do tom pronunciado.
Neeem – É uma variação de não. (você quer sair hoje? Neeem).
Num tem – É uma expressão, que indaga a algo que não existe associando a algo que realmente existe (Ex: Cara, num tem aquela mulher, mãe de fulano?).

O

Oxênti – Palavra desconhecida dos maranhenses, aparenta ser uma interjeição de adversidade, mas seu significado ainda não é totalmente conhecido. Ex: “Oxênti, tu num vai lá não?”.

P

Paia – Sem graça. Ex: “Aquele carinha é paia!”.
Paricêru – Expressão utilizada para denotar descontentamento perante alguma alguma ação de uma pessoa, quando no caso o “descontente” se considere superior. Ex:Pode parar com isso que eu não sou teu paricêro não.
Pega o beco – Vide “vazar”.
Pegar carreira – O mesmo de distanciar-se de algo, correr
Pereba – Erupção cutânea infecciosa de difícil cicatrização localizada nos membros inferiores. Por isso o nome: Pé-reba.
Pescoço – Pessoa curiosa.
Pilepicia – meu amigo ta cum pilepicia
Pintinha – Não significa galinha pequena, muito menos sinal de nascença pequena, isso quer dizer que a pessoa quer ver a sua genitália.
Pió – termo usado para concorda com alguém no meio de uma conversa . Ex:”A prova tava dificil.. o outro responde: Pió!!!
Piriguete – Prostituta (dizem que não é o mesmo que prostituta, mas é a mesma coisa!).
Pôrrumbóra – Vamos. Ex: Pôrrumbóra na farmácia do Ambrósio.
Pucardiquê – Por quê . Ex: Pucardiquê tu fez isso?.
Pucardisso – É a resposta do pucardiquê. Ex: Pucardisso, disso e disso.

R

Rai – Verbo ir, ex: tu num rai não minino
Ralado – mesmo que paia, pouco, sem conteudo e pode ter outros sentidos dependendo da instisfação do momento.
Ralar peito – Dar o fora, sair do local rapidamente.
Ramo – não, não é ramo de planta ou coisa parecida, significa vamos. Ex: Ei, ramo aculá!
Rebolar – Jogar. Ex:. “Minino, tu para de caçar conversa senão eu te rebolo esse chinelo”.
Réi – Velho ,feio, estranho desengonçado…ex: o minino réi…
Renca – Grande quantidade, Muita(o). Ex: “… uma renca de minino..!”
Reque (Rec) – Zíper, Fecho-ecler
Roça – O mesmo que “fodeu” ou derivados. Ex: “Fulano vai dar uma festa” – “Ihh, é roça moço”
Rosca – O mesmo que “lento” “lerdo” e afins. (Exemplo: Vai terminar logo isso daí ou é de rosca?)
Rozera – Vide Paia.
Rumbora – Mesmo que vamos embora.

S

Saidinha – Não, não é uma “volta pela cidade” é um assalto efetuado na porta do banco.
Saliença – Ver fuleiragem.
Sapecar – Rebolar, jogar algo em alguém: Ex: “Minino, tu para de caçar conversa senão eu te sapeco esse chinelo!”
Sarminina – Expressão usada para falar com um grupo de garotas.
Sebo – O mesmo que cerôte, mas, também é associado às casas ondem vendem livros velhos,ou então o esperma mesmo.
SERAZ – SERASA.
Seu João – Nome usado por vendedores para induzir o rapaz a comprar suas verduras ou frutas
Siazinha – Termo utilizado apenas por mulheres e boiolas para se referir a outra mulher. Ex: “Siazinha, vem cá!”
Sucuzim – Refresco de pacote pequeno.
Suvina – Pão duro.

T

Tanger – Expressão usada por velhos para espantar galináceos.
Tcheucú – Vide boga.
Té doidé – Nesse caso, suprime-se as letras u e o, diminuíndo a frase Tu é doido é? para apenas duas sílabas.
Tiola (Thola) – Boiola, Viado.
Toba – Vide boga.
Tomar Gosto – Se alguém disser pra você que alguém está “tomando gosto” com você, não fique achando que é alguma coisa boa não. “Tomar gosto” significa zombar, caçoar.
Tramela – fechadura.

U

Unrmurro – Sequencia de socos. Vocabulo comumente utilizado por mães: Vou dar unrmurro nesse minino.
Uzomi – Os homens. Também dito quando se vê uma viatura Olha lá Uzomi pela maioria dos playboys sem carteira de motorista.

V

Vamitão – Vamos então.
Vaza – Verbo usado para mandar a pessoa ir embora. Ex: Cara, vaza daqui, tu é muito chato!
Viçar – ato ou efeito de passar além do limite. Bulinar.
XiiiGaaato – Expressão usada por velhos para espantar felinos.

X

Xôvê – Abreviação de “deixa eu ver”. Ex: “Ei mininu, xôvê esse negocio aí”.

Comentários estão fechados