Piauí – Luiz Gonzaga

Ai, ai, ai,ai
Que saudades do Piauí
Ai, ai, ai,ai
Qualquer dia
Estarei por ai

Os anos foram passando
Meu cabelos prateando
Mas esquecer não conseguí
Terra onde o sol brilha mais
Não existem dois iguais
Só conheço o do meu Piauí

Mulheres que não se esquece
Como se fossem uma prece
Em um santuário a rezar
Poetas que sabem dizer
Belezas de enternecer
Que um dia me farão voltar

O vaqueiro do sertão
Que faz de um aboio, uma canção
Só tem lá em Campo Maior
Sabe sofrer, sabe amar
E agora vou lhe ofertar
Estes versos que eu canto em menor

Luiz Gonzaga 02

Comentários estão fechados